Passado, Presente e Futuro: O que eles têm a ver com o estresse de fim de ano?

Já estamos na metade do mês de novembro e agora só falta um mês e meio para acabar 2014. Com o fim do ano, a área de vendas, como muitos outros departamentos, sofre um aumento na carga de trabalho e seus profissionais se sentem sobrecarregados com o montante de tarefas pendentes. Esse acúmulo de serviços acaba gerando estresse na maioria das pessoas, e afetando diretamente o seu relacionamento dentro da empresa.

Além de desgastar toda a equipe envolvida, uma crise serve apenas para tirar o foco do profissional em solucionar os problemas emergentes. Para evitar que o estresse desnecessário atrapalhe o seu rendimento, o IBDEC ajuda você a analisar o passado, o presente e o futuro e tirar lições para se controlar em momentos difíceis como este.

Passado

Assim como o seu próprio nome descreve, o passado diz respeito a um tempo que já se foi (e que não irá voltar mais). Por isso, de nada adianta guardar remorso. Se você cometeu algum erro do qual se arrepende, se desculpe e procure concentrar suas energias no que está acontecendo agora. Se você teve um conflito com outro colega de trabalho, tente esquecer e não deixe  que isso atrapalhe o seu trabalho em equipe.

Olhar para trás é permitido para aprender com os próprios erros e para não cometê-los mais. Arrependimentos só trarão frustrações desnecessárias. Saiba valorizar suas experiências. Por piores que tenham sido, elas certamente foram úteis e permitirão com que você acerte mais vezes daqui para frente.

 

Presente

Vivemos o presente e é nele que devemos focar. Se o volume de trabalho é grande, procure manter ao lado uma lista com todas as tarefas que ainda precisam ser desenvolvidas, as datas em que foram solicitadas e o seu prazo de entrega. Organizar-se é o primeiro passo para cumprir todas as metas estipuladas.

Outra dica é desenvolver cronogramas semanais de trabalho. Isto é, evite deixar que as atividades pendentes passem para as próximas semanas, acumulando-as para os próximos meses. Nada garante que, nos dias seguintes, novos trabalhos não chegarão e você continuará atolado.

 

Futuro

Quem nunca ouviu falar em “sofrer por antecipação”? É preciso estar consciente que o dia de amanhã também poderá estar cheio de atividades, mas não é aconselhável tentar prever o futuro. Nem sempre as coisas acontecem conforme esperamos e ser pessimista ao tentar adivinhá-las fará com que você se frustre ainda mais.